Os filmes de ação mais revolucionários de todos os tempos

10602_900x364_LNC_BlogImage_May_HollywoodProd

O gênero de ação já passou por uma série de revoluções, desde levar o espetáculo de adrenalina à novas alturas, até acrescentar personagens mais críveis onde antes só havia espaço para clichês. Há, no entanto, alguns filmes que são considerados o início dessas revoluções, alterando a forma como os filmes de ação são feitos e vistos. E tais filmes devem ser devidamente reconhecidos.

Aqui estão alguns dos filmes de ação mais revolucionários do gênero.

Perseguidor Implacável

Em 1971, os filmes de ação tinham um estilo bem específico. O mocinho era sempre eticamente correto, fazia sempre as coisas certas em qualquer circunstância e era visto como uma pessoa perfeita, íntegra, da qual as pessoas se inspiravam. Quando Perseguidor Implacável foi lançado, a forma como o mocinho dos filmes de ação era vista mudou completamente.

Perseguidor Implacável, estrelado pelo agora lendário Clint Eastwood, conta a história de um policial que não é o herói perfeito, não gosta do seu trabalho no departamento de polícia, nem do mundo ao seu redor e certamente não era um estereótipo de John Wayne. Por isso, o filme é considerado uma revolução, por trazer um herói completamente diferente dos heróis de filmes de ação da época. Essa nova abordagem inspirou muitos outros filmes que seriam lançados em sequência, como Duro de Matar.

Duro de Matar

Inspirado no modelo de herói de Perseguidor Implacável, Duro de Matar apresentou ao público a ideia de que o herói poderia ser um homem comum. John McClane, o protagonista, não é sombrio e amargo como o Perseguidor Implacável, mas bem humano, capaz de se machucar e até mesmo um piadista em situações extremas.

McClain tem uma vida normal, tirando a parte de ser um herói inesperado, o que faz com que as pessoas gostem e se identifiquem com o personagem, por ser alguém que elas poderiam encontrar em uma situação real. Os filmes de ação modernos têm se arriscado a sair um pouco desse conceito.

O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final

Considerado por muitos uma obra-prima insuperável da ação, O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final atingiu um patamar que estava só nos sonhos de outros filmes de ação. O longa combina um espetáculo de ação inovador com uma história verdadeiramente emocional, e tudo isso foi feito sem que os elementos saíssem do foco ou parecessem forçados.

Poucos filmes de ação atingiram esse resultado e O Exterminador do Futuro 2 permanece como um raro exemplo de como isso pode ser feito. Mesmo outros filmes da franquia não conseguiram atingir o mesmo patamar, o que mostra como é difícil conseguir equilibrar ação e emoção.

Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros

O Parque dos Dinossauros permanece sendo um exemplo do que pode ser obtido ao se concentrar em efeitos especiais inovadores, ao mesmo tempo em que não dá atenção aos personagens que interagem com os efeitos. O filme pode não oferecer muitos personagens convincentes, mas certamente se superou no que diz respeito aos efeitos especiais.

Tais efeitos são comuns hoje em dia, mas quando o filme foi lançado em 1993, nada do tipo havia sido feito antes. Isso fez com que O Parque dos Dinossauros tenha se tornado revolucionário, mesmo que o roteiro não cause o mesmo impacto dos outros filmes listados aqui. De qualquer forma, O Parque dos Dinossauros certamente é uma revolução.